Diário do Vale Home Voltar

Tempo Real

Papel e história

DIÁRIO DO VALE comemora dezoito anos e faz exposição de capas

Última atualização em 27/10/2010, às 07h23

Bárbara Borges e Clarissa Coli

Não seria nada criativo dizer que não é todo dia que se comemora 18 anos. Mas, clichês à parte, quando se trata do maior jornal da região, a expressão cai bem. O DIÁRIO DO VALE completa 18 anos este mês e, para comemorar em grande estilo e junto aos leitores, preparou uma exposição com algumas das principais capas. A mostra 'Nosso Papel na História' foi inaugurada, ontem, e até o dia 6 de novembro ficará aberta à visitação no subsolo do Sider Shopping, em Volta Redonda.

Quem passar pelo local terá a oportunidade de fazer uma rápida viagem pela história - não só do jornal, mas do Sul Fluminense, do Brasil e do mundo - nos últimos 18 anos. Ao todo, são 25 capas, previamente analisadas e selecionadas por uma comissão de diretores e jornalistas do DIÁRIO DO VALE. Os critérios para a escolha foram, basicamente, uma arte gráfica muito boa e, claro, fatos de maior relevância histórica.

Alguns acontecimentos renderam tanto manchetes quanto imagens fortes, das quais se destacam as inúmeras enchentes e tragédias causadas por chuvas - como a de Angra dos Reis, em janeiro deste ano. Notícias de disputas, alianças, denúncias, escândalos e resultados de eleições pontuam fatos políticos, enquanto a economia da região também está representada na mostra, em capas que ressaltam, por exemplo, anúncio de demissões na CSN, bem como o apagão que fez a siderúrgica parar, em novembro de 2009.

O DIÁRIO DO VALE já deu destaque para acontecimentos locais que obtiveram importância nacional, como as vitórias do voltarredondense Thiago Pereira nos Jogos Pan-Americanos do Rio, em julho de 2007, e a conquista da Taça Guanabara pelo time do Volta Redonda, em fevereiro de 2005. A exposição não poderia deixar de lembrar notícias que foram veiculadas em todo o Brasil - e até no exterior - e sua repercussão no Sul Fluminense. Para citar alguns, uma voltinha pela mostra trará recordações como os atentados terroristas de 11 de setembro de 2001, e o primeiro ataque dos Estados Unidos, anunciando a invasão do Iraque, em março de 2003.

Ao longo da visitação, também podem - e devem - ser observadas algumas mudanças significativas na 'cara' do jornal. A primeira capa, ainda em preto e branco, data de 5 de outubro de 1992 anuncia o resultado das eleições municipais daquele ano, quando o DIÁRIO foi lançado. Em outubro de 1997, o DIÁRIO DO VALE imprimiu sua primeira capa em cores, que trazia uma foto histórica do Papa João Paulo II em visita ao Rio de Janeiro, entre Fernando Henrique Cardoso e Itamar Franco - inimigos políticos na época; e a partir das edições de 2009, os visitantes podem notar ainda a mudança da logomarca que leva o nome do jornal.

Para que o espectador tenha, literalmente, a melhor visão do DIÁRIO DO VALE, todas as capas foram impressas com o dobro do tamanho normal. Para orientá-lo ao longo da visitação, cada uma delas foi sinalizada com o ano e a data da publicação em tamanho grande, informados acima das imagens. O objetivo é que a exposição percorra um itinerário formado pelas cidades de abrangência do jornal, de modo com que toda a região participe da comemoração e conheça a história do jornal.

Um pouco de história

A proposta de criação do jornal DIÁRIO DO VALE previa a utilização de tecnologia para a produção de um jornal ágil e de qualidade, que pudesse competir com os grandes jornais do país na região Sul Fluminense.

O projeto se concretizou em outubro de 1992, com a primeira Redação totalmente informatizada do estado - antes mesmo das Redações dos jornais da capital. E teve a preocupação de publicar sua primeira edição após o final das eleições, justamente para que o jornal não fosse vinculado a nenhum grupo político ou partido. Outra meta, alcançada quatro anos mais tarde, foi a aquisição de uma impressora rotativa, o que permitiu ao DIÁRIO DO VALE ganhar velocidade e qualidade. Com a impressão sendo realizada em gráfica própria, a edição pode ser fechada mais tarde. O veículo leva ao leitor notícias ocorridas até o fim da noite ou de madrugada já no dia seguinte - jogos de futebol e campeonatos são exemplos.

Com a aquisição das rotativas - com capacidade para imprimir até 15 mil cadernos de oito páginas por hora - em 1997 o DIÁRIO DO VALE passou a ter quatro cadernos, com as primeiras e últimas páginas de cada um deles, coloridas. Essa é a estrutura atual do jornal, com os cadernos local, nacional-internacional e esportes, lazer e classificados, além dos especiais e específicos, como o 'Viver' e o 'TV'.

O sucesso do DIÁRIO DO VALE também pode ser medido pelo alcance que tem na preferência dos leitores do Sul Fluminense: é o mais lido na região, ultrapassando até mesmo os grandes jornais do país. De acordo com uma pesquisa recente, o jornal tem cerca de 60% da preferência dos leitores. Resultado da vontade de fazer um jornal de qualidade, focado nas questões mais importantes da região.

Na Internet

Presente na maioria das casas brasileiras por meio da rede, o DIÁRIO DO VALE também mantém sua tradição de qualidade e informação. Além de disponibilizar na Internet a edição inteira do dia - no endereço www.diariodovale.com.br -, o jornal ainda utiliza o serviço DIÁRIO ONLINE para disponibilizar em tempo real as principais notícias da região para os internautas.

A página do jornal na Internet tem mais visitantes e acessos do que todos os outros sites de mídia oriundos da região somados. O diretor-presidente do DIÁRIO DO VALE, o jornalista Aurélio Paiva, afirmou que, desde o lançamento da nova versão do site, há 24 meses, o crescimento do número de acesso foi superior a 100% e se fez acompanhar de um aumento de 20% na circulação do jornal impresso:

- O DIÁRIO DO VALE teve, nos últimos 30 dias, mais de 600 mil visitas e mais de três milhões de páginas vistas. O número de visitantes únicos - pessoas que acessaram de um único computador - foi de 250 mil, o que supera toda a população de Volta Redonda - aponta.

'O nosso leitor, que é cada vez mais seletivo, muda também o conceito de ‘formador de opinião': em vez de serem algumas dezenas ou centenas de pessoas que influenciam a maneira como a sociedade reage, agora são dezenas de milhares de pessoas fazendo a mesma coisa', completa

Entre comemorações

Também como parte das comemorações de aniversário, o DIÁRIO DO VALE promoveu no último dia 19, no Salão Branco do Hotel Bela Vista, o 1º Painel de Tecnologia da Informação e Mídia. O objetivo era discutir a importância da Internet como espaço publicitário e modos de integração entre essa nova mídia e a impressa.  O evento contou com a palestra do diretor de planejamento da AM-4, Marco Carvalho, falando sobre o porquê de se investir em mídia na Internet e como mensurar os resultados. Além das participações do diretor-presidente do DIÁRIO DO VALE, o jornalista Aurélio Paiva, sobre a integração das mídias e a relação de custo/benefício, e do sócio-diretor da Singular Arquitetura de Mídia, de São Paulo, Geraldo Leite, com informações sobre o poder do meio jornal e a pesquisa ROI.

Durante o evento, cerca de 70 pessoas, entre empresários, profissionais de comunicação e marketing e outros empreendedores, tiveram a oportunidade de tomar conhecimento das transformações que estão ocorrendo na forma como a informação chega ao público - e de como o público agora participa na geração do conteúdo transmitido. Ao final das palestras, o público ainda realizou perguntas. A iniciativa levou alguns dos participantes do evento a avaliarem as iniciativas que vêm tomando em relação a suas próprias atividades.

A conclusão geral, depois das palestras, foi de que a interatividade oferecida pela Internet se alia à credibilidade desfrutada pelo jornal impresso, o que permite atingir tanto ao público mais 'antenado' quanto aos consumidores com perfil mais conservador.

Outras comemorações se deram pelo primeiro ano de circulação do infantil Caderno Diarinho e da edição da Costa Verde, que circula em Angra dos Reis, Mangaratiba e Paraty. Para os pequenos leitores do caderninho, houve a apresentação teatral do espetáculo 'Bailes e Baladas', no dia 17 de outubro, no teatro Gacemss, em duas sessões. Já na Costa Verde será realizado um evento, também para lembrar a trajetória deste primeiro ano do jornal na região.

Notícias Relacionadas

Habitação

História da cidade

Tombamento da antiga delegacia de Volta Redonda pode virar realidade

Em Volta Redonda

Neto discute implantação de projeto com representantes da segurança pública

Polícia

Homem é baleado na frente da ex-namorada, em Volta Redonda

28ª BPM

Menores são flagrados com moto roubada da prefeitura de Volta Redonda

Polícia

Jovem com mandado de prisão é detido porque não tem título de eleitor

Veja as últimas notícias

Sua matéria pode ser a próxima a aparecer aqui! Clique aqui e envie.


Desenvolvido por AM4